Iniciando

Configure rapidamente seu ambiente de desenvolvimento Rust e escreva uma pequena aplicação!

Instalando Rust

Você pode experimentar Rust online pelo Rust Playground sem instalar nada no seu computador.

Teste Rust sem instalar

Rustup: o instalador e gerenciador de versões de Rust

A principal maneira usada para instalar Rust é através da ferramenta chamada Rustup, que é um instalador e um gerenciador de versões.

Aparentemente você está rodando macOS, Linux, ou outro sistema similar ao Unix. Para fazer o download do Rustup e instalar Rust, execute o seguinte comando no seu terminal, e siga as instruções que surgirem na tela.

curl --proto '=https' --tlsv1.2 -sSf https://sh.rustup.rs | sh

It looks like you’re running Windows. To start using Rust, download the installer, then run the program and follow the onscreen instructions. You may need to install the Visual Studio C++ Build tools when prompted to do so. If you are not on Windows see "Other Installation Methods".

Windows Subsystem for Linux

Se você for um usuário do Windows Subsystem for Linux (WSL) execute o seguinte comando no terminal, e siga as instruções na tela para a instalação de Rust.

curl --proto '=https' --tlsv1.2 -sSf https://sh.rustup.rs | sh

Rust funciona em Windows, Linux, macOS, FreeBSD e NetBSD. Se você estiver em alguma dessas plataformas e estiver vendo essa mensagem, então reporte um problema com as seguintes informações:

navigator.platform: MacIntel
navigator.appVersion: 5.0 (Macintosh)

Reporte um problema

Para instalar Rust, se você estiver rodando Unix,
execute o seguinte no seu terminal, e siga as instruções que surgirem na tela.

curl --proto '=https' --tlsv1.2 -sSf https://sh.rustup.rs | sh

Se você estiver rodando Windows,
baixe e execute rustup‑init.exe, e então siga as instruções que surgirem na tela.

curl --proto '=https' --tlsv1.2 -sSf https://sh.rustup.rs | sh

Se você estiver rodando Windows,
faça o download e execute rustup‑init.exe, e então siga as instruções que aparecem na tela.


O Rust está atualizado?

Rust é atualizado com bastante frequência. Se você instalou o Rustup há algum tempo, é possível que sua versão do Rust esteja desatualizada. Baixe a última versão do Rust rodando rustup update.


Leia mais sobre instalação

Cargo: a ferramenta de compilação e gerenciamento de pacotes

Quando Rustup estiver instalado, você também terá a última versão estável da ferramenta de compilação e gerenciamento de pacotes, também conhecida como Cargo. Cargo faz várias tarefas:

  • compile seu projeto com cargo build
  • execute seu projeto com cargo run
  • teste seu projeto com cargo test
  • gere a documentação do seu projeto com cargo doc
  • publique sua biblioteca em crates.io com cargo publish

Para verificar que Rust e Cargo estão instalados no seu computador, abra o seu terminal favorito e digite:

cargo --version

Leia o livro sobre cargo

Outras ferramentas

Suporte a Rust está disponível em vários editores:

Criando um novo projeto

Vamos escrever uma pequena aplicação como o nosso novo ambiente de desenvolvimento em Rust. Para começar, usaremos o Cargo para criar um projeto. No seu terminal, execute:

cargo new hello-rust

Isso criara um novo diretório chamado hello-rust com os seguintes arquivos:

hello-rust
|- Cargo.toml
|- src
  |- main.rs

Cargo.toml é o manifesto de um projeto Rust. Aqui você encontra todos os metadados do projeto, assim como as declarações de dependência.

src/main.rs é onde nos vamos escrever nossa aplicação.


cargo new gera um projeto "Hello, world!" para você! Você pode executar esse programa entrando no diretório recém criado e executando o seguinte no seu terminal:

cargo run

Você deveria ver a seguinte saída no terminal:

$ cargo run
   Compiling hello-rust v0.1.0 (/Users/ag_dubs/rust/hello-rust)
    Finished dev [unoptimized + debuginfo] target(s) in 1.34s
     Running `target/debug/hello-rust`
Hello, world!

Adicionando dependências

Vamos adicionar uma dependência na nossa aplicação. Você pode encontrar todo tipo de bibliotecas em crates.io, o registro de pacotes para projetos Rust. Nós geralmente chamamos bibliotecas de “crates”.

Nesse projeto vamos usar uma crate chamada ferris-says.

Em nosso arquivo Cargo.toml vamos adicionar a seguinte informação (que pegamos na página da crate):

[dependencies]
ferris-says = "0.2"

Agora podemos rodar:

cargo build

...e Cargo irá instalar a dependência pra nós.

Você verá que ao rodar esse comando um novo arquivo chamado Cargo.lock foi criado. Esse arquivo contém uma lista com as versões exatas de todas as dependências usadas localmente.

Para usar essa dependência, podemos abrir o arquivo main.rs, remover tudo que está no arquivo (era só mais um exemplo), e adicionar a seguinte linha:

use ferris_says::say;

Essa linha significa que podemos usar a função say que a crate ferris-says exporta.

Uma pequena aplicação em Rust

Agora vamos escrever uma pequena aplicação com a nossa nova dependência. No nosso arquivo main.rs, adicione o seguinte código:

use ferris_says::say; // from the previous step
use std::io::{stdout, BufWriter};

fn main() {
    let stdout = stdout();
    let message = String::from("Hello fellow Rustaceans!");
    let width = message.chars().count();

    let mut writer = BufWriter::new(stdout.lock());
    say(message.as_bytes(), width, &mut writer).unwrap();
}
    

Após salvar, podemos executar nossa aplicação com o seguinte comando:

cargo run

Assumindo que tudo deu certo, você deveria ver a seguinte saída na sua tela:

----------------------------
| Hello fellow Rustaceans! |
----------------------------
              \
               \
                 _~^~^~_
             \) /  o o  \ (/
               '_   -   _'
               / '-----' \
    

Aprenda mais!

Agora você é um(a) Rustáceo! Seja bem vindo(a)! Estamos muito felizes de ter você aqui. Quando estiver pronto(a), confira nossa página sobre Aprendizagem, onde você encontrará vários livros para seguir com sua jornada sobre Rust.

aprenda mais!

Quem é esse caranguejo, Ferris?

Ferris é a mascote não oficial da comunidade Rust. Muitas pessoas que programam Rust se consideram Rustáceos (“Rustaceans”), uma piadinha com a palavra “crustáceos.” Em inglês, nos referimos a Ferris usando pronomes neutros ao invés de usar pronomes com gênero.

Ferris é um nome que brinca com o adjetivo ferroso (“ferrous”) que significa "do ferro ou que contém ferro". Como Rust (ferrugem, em Português) surge em ferro, isso pareceu ser uma origem divertida para o nome da mascote!

Você pode achar mais imagens da mascote Ferris no site rustacean.net. Um gif do Ferris andando de um lado para o outro